Cineclube Mate com Angu

Archive for dezembro 2009

PARAÍSO90
5ª EDIÇÃO da melhor Open House de Santa Teresa.
Música :: Poesia :: Fotografia :: Peformance
Dia 19|12 – SÁB
ENTRADA FRANCA
16h
Mirrela – fotografia
Felipe Mago e Zé da Mala – Teatro de Cordel

17h
A tragédia do Morro do Estácio – Intervenção Telúrica
Treze numa noite – Performance

18h
Umbigo Group – Ocupação Performática
Fluxo Inverso – Anarco Rap (BANDA)
19h
Se Tua Mãe Souber – Rock Faroeste (BANDA)
Cine Mate com Angu! – Caxias Pictures

20h
DJH – Eletro Coca Cordial
Heyk – Poesia Nada

21h
Na Sala do Sino (BANDA RESIDENTE)

22h em diante
Quem viver verá probabilidade sincera de lançamento da EIXADA, com marcelo Nietzsche, Gilson junior, guila sarmento, xisto da cunha, joannes.
Para não ficar perdido (como chegar?)
Ônibus 214 – Largo das Neves
Ponto na rua Gomes Freire, esquina com a rua Riachuelo
ou na rua Nilo Peçanha/Centro – próximo do Metrô/Carioca
Descer no Largo das Neves (aonde o bonde e o vento faz a curva 🙂
Paraíso 90
21 8280-7275
(Azulay)

Anúncios

Hoje haverá exibição de Queimado e Salomé no Tempo Glauber e geral do Mate estará lá presente.

Queimado é um dos novos filmes do grupo, roteiro e direção de Igor Barradas, lançado em outubro último na sessão Catapulta. Salomé é o filme novo de Igor Cabral, com co-produção do Mate.

Apareça lá!


JANELA DO CURTA ENCERRA A PROGRAMAÇÃO 2009 DO CINECLUBE ESPAÇO UTOPYA NO TEMPOGLAUBER

Em dezembro, o Espaço Utopya encerra sua programação de 2009 com chave de ouro, realizando a 3ª edição do bem sucedido Janela do Curta.

O propósito de Janela do Curta é abrir uma janela para a inédita produção independente nos formatos de curta e média-metragem. São sessões especiais de pré-estréia de filmes dos mais variados gêneros, visando sua inserção no circuito exibidor em geral e na mídia. Janela do Curta é um projeto elaborado para atender ao tripé produção – distribuição – exibição, contribuindo assim com a cadeia produtiva do audiovisual no país.

Veja a programação abaixo:

PONTA NEGRA, de Lincoln Fonseca e Simone Giovine. Em um pequeno povoado à beira-mar vivem um pescador e sua esposa. Sob a voz de um pastor de igreja o casal inicia sua rotina atento às orações que vêm do rádio. Mas, em meio à fé e à devoção, conforme o dia vai passando, o homem revela a embriaguez e seus rituais macabros que contradizem suas crenças.

MONOCELULAR, de Felipe Cataldo. Insight cósmico satori, revelando que o caos é a razão para abraçarmos a origem da existência humana e retomarmos o ser de única célula; ou uma ligação móvel para o seu próprio aparelho.

SALOMÉ, de Igor Cabral. O mistério do amor é maior do que o mistério da morte. Só para o amor se deve olhar. Livremente inspirado na peça homônima de Oscar Wilde.

QUEIMADO, de Igor Barradas. O cotidiano embotado, ruidoso e solitário de Grande será invadido pela expressão visceral da natureza. Janaína virou mulher.

Realizadores de todo o Brasil podem participar de Janela do Curta, bastando apenas enviar um email para espaco.utopya@gmail.com com os dados do seu filme na seguinte ordem:

Título do filme / Nome do diretor / Duração / Ano / Endereço / Telefone / E-mail

O filme, em DVD, deverá ser enviado por correio para o seguinte endereço:

Tempo Glauber

A/C Cineclube Espaço Utopya

Rua Sorocaba, 190 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ – CEP 22.271-110

A participação dos realizadores é fundamental, seja ela física ou virtual (em DVD). Ao selecionarmos os filmes os realizadores serão contactados para o agendamento de datas das próximas edições.

Se você tem um filme e gostaria de exibi-lo em uma sessão de pré-estréia para convidados e público em geral, não perca tempo!

Envie um e-email e o seu filme pra gente.

Atenciosamente,

Cineclube Espaço Utopya

espaco.utopya@gmail.com

Será lançado oficialmente hoje (quarta-feira, 16 de dezembro de 2009), a partir das 20h, no Bar Bistrô Brasil, no centro de Caxias.

Por ocasião do lançamento haverá um preço especial de 12 pratas – irresistível até como presente de Natal! :D
Esperamos a todos que puderem aparecer por lá podemos compartilhar juntos essa alegria.

Além de ver o HB lá, com cara de bobo, rindo à toa, haverá um show com vários músicos e poetas de vários cantos, tendo como mestre de cerimônias o cantor, compositor, rabequeiro e contador de histórias Marcelo Peregrino.

Ou seja, uma noite com um clima Mate Com Angu, Quarta Básica, Cinema Com Batuque, Barrulho Cultural e tantas coisas bacanas as quais eu e um monte de amigos estivemos/estamos envolvidos até o fio de cabelo.

Entrada franca, promoção de cerveja, amigos, encontros, festa, música e poesia… Diversão garantida.

Para quem quiser acompanhar o blog do livro, coloque lá nos favoritos: www.relinkare.com.br/engenharia. Lá estarão informações sobre a “vida social” do livro: lançamentos, vendas, curiosidades e um pouco da aventura que será vender livro nas ruas desse país e nos bytes dessa Internet, que é o que pretendo fazer.

É isso.
“o referido é verdade e dou fé”.

Assinado: Formiga Atômica (presidente do Cineclube Mate com Angu)

SERVIÇO
Dia 16/12, quarta-feira
Horário: a partir das 20h, até…
Local: Bar Bistrô Brasil
Endereço: rua José Veríssimo, 173, centro de Caxias
Referências: a rua da Lira de Ouro, paralela à Nilo Peçanha, próximo ao calçadão. Qualquer dúvida de como chegar é só ligar ou mandar email.
Entrada franca.

Contatos:
www.relinkare.com.br/engenharia
www.twitter.com/heraldohb
email: hb@relinkare.com.br
telefone: 7601-6700
orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=1028965829289122293

Representante da boa novíssima escola do Rap global brasileiro, Flora Matos consegue muito bem espremer e exprimir gotas de sua intensa vivência com a música e o universo que a cerca neste EP/mix-tape realizado em parceria com o habilidoso duo paulistano Stereo Dubs. Flora mostra talento e versatilidade cantando melodias redondinhas e criativas (a menina insere até assovios entre uma e outra rima da faixa “Pretin”) em alguns momentos; e levadas rápidas e certeiras em outros. Cabe destacar a firmeza na impostação de voz de Flora, o que promove uma dicção muito acima da média, permitindo ao ouvinte entender cada sílaba despejada no play.

O clima do disco envolve uma cor levíssima de sensualidade (do tom da voz aos temas trabalhados), mesclado ao pique “rataria”, fruto das andanças e experiências de Flora pelo Rio de Janeiro. A temporada na cidade é celebrada com a faixa “Até o infinito”, uma homenagem ao Comando Selva 22, crew formada por MC´s, DJ´s e agitadores que atua no submundo da cultura carioca. É possível ainda perceber nas nove faixas que completam o play um sorriso meio moleca que revela facilmente os 21 anos da menina Flora Matos.

É um grande clichê falar em evolução nos discos, nas rodas de bate papo e inclusive nas resenhas de discos de rap, mas esse play exige a presença do termo aqui nessas linhas. Se há pouco tempo atrás Flora poderia ser entendida como um evidente talento que perigava se perder por andar por aí ainda sem muita direção, este disco começa a apontar caminhos bem interessantes para uma posterioridade que deve estar não longínqua. O aprimoramento é ainda é necessário, em especial no conteúdo lírico, mas a pouca idade, a disposição e a simpatia de Flora jogam a favor do tempo e da carreira dessa moça de brilho especial.

Baixando ou comprando, ouça o disco. E vá ao show, ver o sorrido de Flora entre uma e outra música faz parte do sucesso e do prazer desta audição.

Todos os sons do disco estão aqui:

http://www.myspace.com/floramatosvsstereodubs

Outros sons da Flora e do Stereo Dubs estão aqui:

http://www.myspace.com/floramatosmc

http://www.myspace.com/stereodubs

Corsários, uni-vos! Nesta noite de brigadeiro o norte é navegar livres nos mares, entre piratas e os donos do mundo, buscando tesouros perdidos, alimentando os peixes e namorando sereias.

Net, mangues, esquinas, transforma-dores sobre os postes poluídos na visão. Dor e Sobrevivência, capacidade lúdica multiplicada. Sobrancelhas em riste no caminhar aventureiro daquele que busca bordar rugas sábias e orgulhosas.

O que é a mentira sem o véu da moralidade? E se a observarmos, como um cientista observa um fenômeno da natureza?

Tenório Cavalcanti, velho, plácido, rugas, recebe em sua fortaleza, localizada no centro de duque de caxias, um cineasta que quer ouvir sua história. Tenório está com 80 anos e tem cara de que não machuca mais ninguém. Um homem velho nas portas do paraíso ou do inferno. Um fim melancólico como deve ser o fim de todos nós.

“É preciso provocar sistematicamente confusão. Isso promove a criatividade. Tudo aquilo que é contraditório gera vida.”

“Salvador Dali”

Os troncos robustos e cheios de vida. Uma serra elétrica é ligada. Um tronco é cortado. Arvores caem. Caminhões são carregados com toras e pegam a estrada. Música, créditos iniciais. Fabrica de papel. A celulose vira papel. É cortado, empacotado e vai para o caminhão. Os residuos poluentes são jogados no rio. A resma de papel empacotada está organizada simetricamente nos estandes de uma grande loja. O jornal noticia: Acidente com uma empresa de celulose causa desastre ambiental em rio no ES.

Tubarão lê a notícia pendurada na banca de jornal. Ele entra na loja compra uma resma de papel. Coloca na máquina de escrever. Sozinho em seu quarto. Bate a máquina, recorta, cola. Papéis são colocados na máquina de xerox. A máquina trabalha, cospe os zines. Eles são dobrados com amor. O olhar do autor sobre sua obra, seu filho. Quarta sem lei. Zines sendo pendurados no varal. A festa começa. O som rola. Os zines são pegos aos poucos e lidos pelo público presente. Tubarão lê uma de suas poesias no microfone. Corta.

Tenório forjava atentados contra sua própria vida. Balas de festim em praça pública. Alvoroço em sépia na cidade ainda com seus restícios de vila. Bang-bag. Teatro. Mito. Close no olhar de Sergio Leone.

A contra-informação é real. Escolha a pílula azul ou entregue a alma ao simulacro. O espetáculo quer você. Zonas autônomas Temporárias. Liberdade para os espaços públicos. Acredite na rebelião. Quem tiver ouvidos, ouça. Levante. Amém.

O MAPA NÃO É O TERRITÓRIO! Procure as pistas.

Com vocês, de “Saco Cheio!!!” de Felipe Oliveira, do Cineclube Tupinambá.

Abraços tesudos,

Pelo Cineclube Mate Com Angu

Cinema Vira Laje

O blog Fazenda Virtual é parceiro do Mate Com Angu.


Matwitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 16 outros seguidores